Bacalhau Gratinado com Puré de Brócolos e Cenoura


O Zé Maria anda numa fase de que diz não gostar de brócolos. Tem sido difícil que ele os coma. Não faço um grande drama com isso, pois ele come outras coisas - e continua a adorar e a pedir sempre sopa. Mas, de cada vez que lhe coloca uns raminhos de brócolos no prato, lá vem cena de “Tira isso daqui!! Não gosto!!”. 
O que fiz? Pois não insisti. Evito dramas e choros ao máximo na hora da refeição. Se ele não comesse nenhuma outra fruta e legume eu teria que insistir, mas a questão prendesse mais para os lados dos brócolos (também não engraça muito com couves....), e todos temos coisas que não gostamos assim tanto.... Mas lá está: come sopa, fruta e no prato pode não haver brócolos, mas há cenoura, ou ervilhas, ou tomate, ou puré de abóbora, ou puré de couve flor....
Num destes dias decidi fazer um bacalhau gratinado com puré. Na altura o puré estava para ser de batata com cenoura, mas ao olhar para os brócolos decidi arriscar. E o puré saiu de cenoura e brócolos, com uma batatinha à mistura.
O que é certo é que o Zé Maria, apesar da cor esverdeada da refeição, comeu e repetiu e não se queixou. Por aqui foi mais uma receita que ficou aprovada para e por toda a família.

Ingredientes para 4 pessoas:

500g de bacalhau demolhado e desfiado
1 batata média 
300g de brócolos
2 cenouras
1 cebola
2 dentes de alho
azeite q.b.
1 folha de louro
sal e pimenta q.b.
150ml de natas frescas (ou molho bechamel, ou natas vegetais....)
farinha de mandioca ou pão ralado para polvilhar.

Preparação:

Descasque a cebola e pique-a grosseiramente com os dentes de alho. Leve um tacho ao lume com um pouco de azeite e junte a cebola, os dentes de alho e a folha de louro e deixe refogar um  pouco. Acrescente depois o bacalhau desfiado e demolhado e deixe cozinhar em lume brando. Retifique de sal e tempere de pimenta.
Entretanto prepare o puré. Descasque a batata e as cenouras e corte-as em pedaços e prepare os brócolos em raminhos. Leve os legumes a cozer a vapor - ou se preferir em água - até que fiquem macios.
Retire os legumes e triture-os até ficarem em puré. Retifique de sal e pimenta e misture com o bacalhau já cozinhado. Envolva depois metade das natas e coloque a mistura num tabuleiro que vá ao forno. Cubra com as restantes natas ou molho bechamel e polvilhe com a farinha de mandioca ou com o pão ralado (eu gosto de usar a farinha de mandioca, pois dá uma textura ainda mais crocante que o pão ralado!)
Leve ao forno previamente aquecido a 200ºC apenas para gratinar e tostar a superfície.
Sirva com uma salada variada.


Bom Apetite!

8 comentários :

  1. Que maravilha! Hei de fazer!

    ResponderEliminar
  2. Acho que vou experimentar para a ver se a minha pequenita come verdes (sem ser na sopa)! :)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo09:25

    Está muito apetitoso!
    Todos nós temos algum legume ou fruta de que não gostamos, ou que não apreciamos muito, e há que dar a volta à situação.

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:50

    Experimentei hoje ao almoco (tenho o mesmo problema ca em casa com os brocolos) so troquei o bacalhau por pescada porque os meus homens nao gostam. Desapareceu tudo batalha vencida.
    Obrigada pela dica.
    Beijinho Gloria

    ResponderEliminar
  5. Anónimo18:41

    Obrigada pela dica da mandioca!
    Já experimentei, em outra receita, e gostei muito para substituição do pão ralado que não posso comer por ser intolerante ao glúten.

    ResponderEliminar
  6. Parece uma delícia! E são receitas como esta em q se pode dar legumes às crianças sem que eles os 'vejam' na sua forma natural e comem sem reclamar ;) Bjinhos.

    ResponderEliminar
  7. Fiz esta receita e todos adoraram cá em casa. Grata pela partilha!

    ResponderEliminar
  8. Cristina09:02

    Também fiz; ficou ótimo e é para repetir!!

    ResponderEliminar

Imprimir